sábado, 25 de novembro de 2006


Uma pétala de história

Queria comprar algo diferente pra pôr no cabelo, e tinha que ser uma flor!
Fui procurar pela cidade, nos shoppings, feiras, bazares... E nada!
Tinha um broche de rosa branca que eu nunca usei como broche, então pensei: “vou pôr esse broche na cabeça e terei uma rosa branca a me enfeitar!”
Comecei a sair com minha rosa branca e notei que chamou muito a atenção!
Todos me perguntavam aonde tinha comprado e eu dizia sorrindo que era um broche meu.
Minha atual sócia das flores (muitos risos), Camila Amadei, amiga de palco, de vida, de experiências e sonhos, também teve uma trajetória com flores muito parecida com a minha, mas ela realmente tinha uma flor para cabelo que havia comprado numa loja, caríssimoooo, e tava inconformada porque não tinha uma beleza, que se podia dizer, exuberante para o preço pago.
Foi então que um dia ela e mais outra amiga me chegam com um saco de cheio de flores e me pedem pra fazer umas para elas! Na hora eu não sabia como fazer, mas depois de ver tantas flores e cores logo me empolguei para tentar. E fiz! (criatividade logo se instaura quando se acredita em algo).
Depois cada uma começou a fazer flores por si.
Era o processo tímido querendo surgir em arte!
Hoje resolvemos, eu, Carolina Gonzalez e minha amada amiga, Camila Amadei, ou como gostamos de nos chamar: Lírio e Rosa, nos juntarmos para começarmos a produzir flor depois de ter percebido tanto sucesso.
Uma atitude de muita responsabilidade porque uma flor já é em si completa e bela. Nosso desafio é deixar as flores mais atraentes, diferentes, mais alma, pura arte!
Flores-poéticas, como toda alma feminina.

(Carolina Gonzalez)

Um comentário:

camila disse...

...eu adiciono com as cores das flores, que são tantas, das mais vivas as mais suaves, as flores me fazem criar, pra enfeitar...a beleza da cor, de seu aroma se completam.
AH! e como sou feliz de poder passar estas cores pra enfeitar os cabelos das mais belas meninas...junto ao lirio único do meu jardim, ao som de musica de bom gosto, com o sol esquentando nossos pés, com a energia pulsante dos artistas, criamos, passamos horas...